Sejam Bem Vindas (o), finalmente consegui colocar meu blog no ar, espero poder mantê-lo sempre bem atualizado. Criei este blog no intuito de ajudar gestantes e futuras gestantes a se informarem mais sobre o processo gestacional vivido ou desejado... Por vivermos em um mundo capitalista e consumista hoje quando engravidamos a primeira preocupação sempre é com enxoval, quarto, chá de bebe etc... E esquecemos um pouco desse processo de tamanha magnitude que é gestar, dar a vida a um outro ser. Infelizmente mais de 50% das mulheres hoje fazem cesaria por opção, pois para elas não mais existe outra forma de "dar a luz", e ter um parto natural sem intervenções usufruindo dos benefícios do próprio corpo, é totalmente absurdo e totalmente anormal.
O nosso principal trabalho é o condicionamento da mente porque o corpo já está pronto. Lembrando sempre que a cesariana é um ótimo recurso se bem indicado, então não somos contra esse tipo de interferência! Aqui no blog postarei alguns artigos que possam ajudar no condicionamento da mente e preparo do corpo! Espero que gostem e por favor postem também opiniões, sugestões etc....

Grata

1

MINHA PRINCESA

Hoje minha linda princesa Ana Clara completa 5 anos de vida e pela primeira vez vou fazer o seu relato de parto por escrito.... Em 27/12/1999 fui para praia para comemorar o ano novo, e la conheci o grande amor da minha vida. Na época eu estava com 13 anos e o Dani com 23, sofremos muitos pré-conceitos mas nosso amor foi mas forte e sobreviveu. Posso dizer que nosso namoro engatou mesmo no dia 30/09/2000 eu estava com 14 e ele com 24..... Daí o tempo foi passando e quando eu completei 18 anos e ele 28 resolvemos que era hora de casar e construir nossa família, então no dia 16/07/2005 casamos em um lindo sitio com uma cerimônia linda, super em contato com a natureza muitos bichinhos tudo lindo de mais........ Um mês depois de casada, comecei a não me sentir muito bem e meus seios estavam bem doloridos, estava com um pouco de cólicas, bom na verdade estava esperando minha menstruação chegar pois já estava na época então aqueles sintomas para mim eram normais, até minha menstruação atrasar dai então resolvemos fazer um teste de gravidez alias um não dois e ambos deram negativo.... então desencanei, foi quando uma certa manhã eu acordei realmente passando mal, então resolvemos ir até o hospital. Chegando lá comecei "na maior inocência" Dr. estou com muitas cólicas, minha menstruação fica descendo um pouquinho e depois para, hoje eu acordei e vomitei e assim foi..... Logo ele: - disse vamos fazer um teste de gravidez e depois veremos o que fazer. Foram as duas horas mais demoradas da minha vida. Até que o médico chamou e disse: -Olha você vai precisar procurar um ginicologista "nesta hora eu descartei total a idéia de gravidez pois imaginava que ele falaria obstetra né rsrsrs" então ele concluiu....pois você esta grávida.... Fiquei chocada.....besta......tonta......abobalhada rsrsrsrs e quando olhei para a cara do Dani ele estava com um sorriso de orelha a orelha foi muito engraçado. Quando o médico percebeu minha reação ele pediu para que eu levanta-se e começou a falar: - Natalia me de sua mão, dai ele pediu a mão do Dani tb e colocou sobre minha barriga e disse muitas coisas lindas que me emocionaram muito, que do nosso amor gerou aquele fruto, e que este fruto seria o mais importante de nossas vidas e iríamos ama-lo com todas as nossas forças como nunca havíamos amado ninguém - ele não foi fofo gente - Bom vamos para os finalmentes. Minha gestação foi super tranquila sem problemas um pouco sedentária confesso e disso resultou meus 22 kg. a mais. Eu dizia que queria um parto normal e comecei a fazer o meu pré natal com uma médica que dizia que não teria problema que faria meu parto (só lembrando que nessa época eu fazia comércio exterior, não entedia nada sobre parto, não havia lido nada e tb não tinha ido buscar informações.....) quando cheguei nas minhas 28 semanas a GO disse que não poderia mais fazer meu parto, na verdade ela nem deu desculpas não, ela só falou que não iria atender e pronto.... Dai ela me indicou para a Dra. Déborah Klinke que me atendeu super bem, explicou varias coisas que até então não haviam me explicado ainda, só que no final me deu a má noticia de que não poderia fazer meu parto tb pois ela estava grávida da mesma época que eu, então indicou-me para o marido dela Dr. Waldemar. Ele tb me atedeu super bem só que percebi que já não era tãooo adepto ao parto normal com a Deborah. Como todas as gestantes quando fui chegando nas 38 semanas a ansiedade já estava aumentando, eu estava super cansada e querendo que a Ana viesse ao mundo logo... O tempo passou as semanas passara e eu cheguei a 41 semanas. Na consulta o Dr. Waldemar tentou fazer o descolamento da placenta e eu na época aceitei, só que ele disse que não tinha conseguido pois não tinha ainda dilatação, dai acabou tudo eu super despreparada acabei falando que preferia uma cesaria e ele aceitou sem pestanejar. No outro dia estava eu no hospital, fui internada as 17:00 e a Ana nasceu era 21:05 pesando 3.370 e medindo 48 cm. Eu não tive contato fisico nenhum com ela pois o Go só mostrou ele por cima do campo e depois levaram ela embora para outra sala integrada com a sala de cirurgia, fizeram tudo o que podiam clampeamento precoce do cordão, sucção, nitrato de prato etc.... depois trouxeram ela para mim mas só encostaram ela no meu rosto e levaram ela de volta para o "bercinho". 
Hoje se alguém me pergunta-se o que eu teria feito de diferente de imediato responderia: - devolveria para a Ana o direito dela de nascer com mais dignidade, respeito, e acolhimento.  
Depois de muito estudar e entender a dinâmica do parto e porque parto "normal" sei os danos que foram causados nela por te-la submetido a um parto agressivo desses, danos que graças a Deus não são físicos nem perceptíveis, mas são danos que ela  carregara por toda a sua vida lá no seu subconsciente e que podem vir ou não a se manifestar algum dia. Hoje a Ana é uma criança de 5 anos feliz, muito ativa, tagarela, amorosa, inteligente, e a maioria das vezes bagunceira kkkkkk..... O mais importante disso tudo é que estamos juntas e estarei sempre ao lado dela para o que ela precisar.... E o que o 1º GO disse se confirma amamos muito esse nosso fruto amamos com todas as nossas forças.



1 comentários:

Fabi disse...

Nati adorei seu relato, sua gatinha tá linda de Branca de Neve, adorei te conhecer e espero que agente não perca contato. Um grande beijo, Fabi

Postar um comentário